Cotidiano

Doenças relacionadas à má alimentação canina

Written by Equipe Multidea

Manter as vacinas em dia e oferecer uma alimentação rica em nutrientes é o mais importante para manter uma boa saúde e uma boa vida para os companheiros de 4 patas e por isso muitas pessoas se perguntam se cachorro pode comer pepino. Cada fase do cachorro, seja ele filhote, adulto ou idoso, deve ser observada e levada em consideração as necessidades de cada um deles.

Para saber como e qual é a dieta certa para seu cachorro, é necessário levar em consideração sua raça, peso, idade, altura e até mesmo se esse animal tem alguma doença crônica. 

O que é considerado má alimentação canina

Alguns cachorros tendem a ter alergias a substâncias presentes na ração, sejam elas corantes ou até conservantes. Uma boa alimentação para seu pet é essencial para uma vida longa e saudável. 

Existem diversos cachorros que vivem com algumas doenças por conta da sua alimentação de forma errada, fazendo com que a expectativa de vida diminua em até dois anos. Inserir rações que não são recomendadas para o seu pet já é um sinal de alerta para uma má alimentação, já que toda a dieta dele é influenciada pelo peso, altura e idade.

Doenças mais comuns causadas pela má alimentação em cães

Assim como nós, os animais também sofrem com uma dieta nada saudável ou até uma mal formulada que pode desenvolver diversas doenças que podem causar muitos problemas, algumas delas são: 

  • Diabetes; 
  • Hiperparatireoidismo secundário nutricional; 
  • Rádio curvo;
  • Osteocondrose; 
  • Cardiomiopatia dilatada felina; 
  • Deficiências de vitaminas; 
  • Insuficiência cardíaca; 
  • Doença renal crônica. 

Você precisa ficar atento aos sintomas de cada doença, seu companheiro canino precisa de um bom cuidado para evitar a transmissão dessas enfermidades. Caso apareça qualquer sintoma, procure um veterinário.

Como oferecer uma dieta saudável para o seu cão

É sempre bom lembrar que se você deseja inserir uma dieta saudável ao seu cão, é necessário que não seja mudando a alimentação drasticamente. Se for começar a inserir uma alimentação natural, é bom ir intercalando com as rações, portanto, depois de um tempo no qual ele já se acostumou, você pode inserir a alimentação saudável sem medo algum. 

Deve ser levado em conta se a dieta está mesmo balanceada e com suplementos necessários para ele e sempre com um acompanhamento nutricional de perto, levando em conta tudo o que ocorre na vida do pet, seja saúde ou rotina.  

Cachorro pode comer pepino?

O cachorro pode comer pepino. O pepino é uma enorme fonte de hidratação, baixo em calorias, ele ajuda demais os cães que estão no processo de perder ou manter o seu peso. Além de ser rico em vitaminas do tipo K e minerais. 

Sendo assim, o cachorro pode sim comer pepinos, ele só deve ser monitorado para que seja dado corretamente. O pepino pode ser oferecido após lavar bem e ser cortado em pedaços pequenos, para não correr o risco de asfixia, sem contar que deve ser oferecido de pouco em pouco para ver a reação do cão.

Alimentos proibidos para cães: uma lista completa

Há alguns alimentos que não devemos dar para os cães, pois podem prejudicar a saúde deles e até mesmo comprometê-la fazendo com que ele passe mal ou tenha uma alergia. Alguns desses alimentos são: 

  • Abacate 
  • Cebola e alho 
  • Chocolate 
  • Massa de pão crua 
  • Produtos lácteos 
  • Comida rica em gordura 
  • Doces e balas 
  • Sementes e caroços 
  • Comida processada 
  • Peixe cru 
  • Cogumelos 
  • Álcool 
  • Café e chá 
  • Leite 
  • Bebida com gás

Esses foram alguns dos alimentos que não devem ser consumidos por nenhum cachorro, mesmo que ele já seja adulto, pois pode causar muitos problemas à saúde do animal. Portanto, fique atento. 

Dicas para manter seu cão com um peso saudável

Alguns dos problemas que a má alimentação traz para os cachorros é a obesidade, e por conta dela, desencadear outras diversas doenças. Devemos sempre cuidar da alimentação deles. Aqui vai uma lista de coisas que se pode fazer para deixar seu cão saudável: 

  • Alimentação balanceada e adequada 
  • controle das porções 
  • Frequência e horário das refeições 
  • Exercícios físicos 
  • Monitoramento do peso corporal 
  • Atenção com a idade e condição de saúde. 

A partir dessa lista, você pode ter noção do quão importante é cuidar dos nossos pets. Se você gostou do assunto e quiser ficar por dentro de tudo sobre os animais, acesse nossa página Drogavet. Sempre mostre atitudes para ajudar na saúde do seu pet.